top of page

Curso de Eletricista, qual curso escolher para atuar como profissional eletricista


O curso de eletricista visa preparar os alunos para atuarem como profissionais da área elétrica, seja em instalações residenciais, comerciais ou industriais.


Dividido em módulos teóricos e práticos, no curso de eletricista os alunos aprendem sobre as normas de segurança elétrica, princípios básicos da eletricidade, leitura e interpretação de projetos elétricos, instalação e manutenção de sistemas elétricos, e passam a conhecer os diversos tipos de materiais elétricos, ferramentas e equipamentos utilizados na área.


  • Curso de Eletricista residencial: 30h/aula

  • Curso de Eletricista predial: 60h/aula

  • Curso de Eletricista industrial: 120h/aula



Além disso, boa parte do curso é prático, onde você terá a oportunidade de colocar em prática todo o conhecimento adquirido, por meio de exercícios em sala de aula e visita em empresa do ramo.


E o melhor de tudo é que, ao concluir o curso, você terá uma profissão bastante valorizada no mercado, já que a demanda por eletricistas é alta em diversas áreas, como construção civil, indústria, comércio, entre outras.


Os alunos recebem certificado que os habilita para exercerem a profissão de eletricista, com o conhecimento necessário para trabalhar com segurança e eficiência. É importante lembrar que a profissão de eletricista exige muita responsabilidade, habilidade e conhecimento técnico.


Então, se você tem interesse em aprender sobre eletricidade e busca uma profissão estável e valorizada, o curso de eletricista pode ser uma excelente opção para você!



O que um Eletricista faz?


Um eletricista é um profissional que trabalha com sistemas elétricos. Ele é responsável por instalar, manter e reparar esses sistemas, garantindo que a energia elétrica chegue com segurança e eficiência aos equipamentos e dispositivos que precisam dela para funcionar.


Em outras palavras, o eletricista trabalha com fios, cabos, interruptores, tomadas, painéis elétricos e outros componentes que compõem os sistemas elétricos. Ele também pode trabalhar em diversas áreas, desde a instalação de sistemas elétricos em residências até a manutenção de equipamentos industriais complexos.


O trabalho do eletricista pode ser bastante desafiador, já que ele precisa lidar com riscos de choques elétricos e outras situações perigosas. Por isso, é importante que ele tenha um bom conhecimento técnico, além de habilidades como atenção aos detalhes e capacidade de trabalhar em equipe.


No final das contas, o eletricista é um profissional muito importante e essencial em nossa sociedade, garantindo que tenhamos energia elétrica de forma segura e confiável.



Em que áreas o eletricista pode atuar?


O eletricista pode atuar em diversas áreas, desde a construção civil até a indústria, comércio, hospitais, escolas, aeroportos e outras áreas que necessitem de sistemas elétricos.


  • Construção civil: na construção civil o eletricista pode trabalhar na instalação de sistemas elétricos em casas, apartamentos, prédios e outras estruturas.

  • Indústria: na indústria ele pode trabalhar na instalação e manutenção de sistemas elétricos em fábricas, usinas e outras instalações industriais.

  • Comércio: no comércio o eletricista pode atuar na instalação e manutenção de sistemas elétricos em lojas, supermercados, shopping centers e outros estabelecimentos comerciais.

  • Hospitais, escolas e aeroportos: nesses locais, entre outros, ele pode trabalhar na instalação e manutenção de sistemas elétricos que garantem o funcionamento seguro dessas instalações.


Além disso, o eletricista também pode atuar em áreas especializadas, como na instalação de sistemas de energia solar, eólica e outras formas de energia renovável, bem como na automação industrial, instalando e mantendo sistemas de controle de qualidade, robôs industriais e outros equipamentos elétricos complexos.


Em resumo, as possibilidades de atuação para um eletricista são amplas e variadas, oferecendo oportunidades de especialização e crescimento profissional.



Eletricista residencial


O eletricista residencial é responsável por realizar a instalação, manutenção e reparação de sistemas elétricos em casas e apartamentos. Ele é especializado em trabalhar com sistemas elétricos de baixa tensão, que são os mais comuns em ambientes residenciais.


O trabalho do eletricista residencial pode incluir a instalação de fiação elétrica, interruptores, tomadas, luminárias e outros dispositivos elétricos em uma residência. Ele também pode ser responsável por garantir que o sistema elétrico esteja em conformidade com as normas de segurança e padrões técnicos.


Além disso, o eletricista residencial pode trabalhar na solução de problemas elétricos em uma residência, como quedas de energia, disjuntores que desarmam e outras situações que podem ser perigosas para os moradores da casa.


Um eletricista residencial deve ter um bom conhecimento técnico em sistemas elétricos de baixa tensão, além de habilidades como atenção aos detalhes, capacidade de seguir instruções e trabalhar em equipe.


Em resumo, o eletricista residencial é um profissional importante para garantir que o sistema elétrico de uma casa esteja funcionando de forma segura e eficiente, garantindo o conforto e a segurança dos moradores.



Eletricista predial


O eletricista predial é um profissional responsável por instalar, manter e reparar sistemas elétricos em prédios comerciais e residenciais. Ele é especializado em trabalhar com sistemas elétricos de média tensão, que são os mais comuns em ambientes prediais.


O trabalho do eletricista predial pode incluir a instalação de sistemas elétricos de iluminação, distribuição de energia elétrica, sistemas de segurança, sistemas de climatização e outros equipamentos elétricos que são essenciais para o funcionamento de um prédio.


Ele também pode ser responsável pela manutenção preventiva dos sistemas elétricos, a fim de garantir que eles estejam funcionando de forma segura e eficiente. Além disso, o eletricista predial pode trabalhar na solução de problemas elétricos em um prédio, como quedas de energia, disjuntores que desarmam e outras situações que possam prejudicar o funcionamento do sistema elétrico.


Um eletricista predial deve ter um bom conhecimento técnico em sistemas elétricos de média tensão, além de habilidades como atenção aos detalhes, capacidade de seguir instruções e trabalhar em equipe.


Em resumo, o eletricista predial é um profissional importante para garantir que o sistema elétrico de um prédio esteja funcionando de forma segura e eficiente, garantindo o conforto e a segurança das pessoas que utilizam o espaço.



Eletricista industrial


O eletricista industrial é um profissional especializado em trabalhar com sistemas elétricos de alta tensão, que são os mais comuns em ambientes industriais. Ele é responsável por instalar, manter e reparar sistemas elétricos em fábricas, usinas e outras instalações industriais.


O trabalho do eletricista industrial pode incluir a instalação de sistemas elétricos de alta tensão, como painéis elétricos, transformadores, motores elétricos, geradores e outros equipamentos elétricos complexos que são utilizados em processos industriais.


Ele também pode ser responsável pela manutenção preventiva dos sistemas elétricos, a fim de garantir que eles estejam funcionando de forma segura e eficiente. Além disso, o eletricista industrial pode trabalhar na solução de problemas elétricos em uma instalação industrial, como quedas de energia, disjuntores que desarmam e outras situações que possam prejudicar o funcionamento do sistema elétrico.


Um eletricista industrial deve ter um bom conhecimento técnico em sistemas elétricos de alta tensão, além de habilidades como atenção aos detalhes, capacidade de seguir instruções e trabalhar em equipe. Também é importante que ele siga todas as normas de segurança elétrica para evitar acidentes e garantir a segurança dos trabalhadores que atuam na instalação industrial.


Em resumo, o eletricista industrial é um profissional essencial para garantir o bom funcionamento dos sistemas elétricos em instalações industriais, garantindo a segurança dos trabalhadores e a produtividade da empresa.



Eletricista automotivo


O eletricista automotivo é um profissional especializado em sistemas elétricos de veículos automotivos, incluindo carros, motos, caminhões e outros veículos motorizados. Ele é responsável por instalar, manter e reparar os sistemas elétricos presentes no veículo, desde as luzes até os sistemas mais complexos de injeção eletrônica e ignição.


O trabalho do eletricista automotivo pode incluir a instalação de equipamentos eletrônicos, como sistemas de som e alarmes, além de sistemas elétricos de segurança, como travas elétricas e vidros elétricos. Ele também pode ser responsável pela manutenção preventiva dos sistemas elétricos, a fim de garantir que eles estejam funcionando de forma segura e eficiente.


Além disso, o eletricista automotivo pode trabalhar na solução de problemas elétricos em um veículo, como falhas no sistema de partida, problemas na iluminação, falhas nos sistemas eletrônicos do motor e outras situações que possam prejudicar o funcionamento do veículo.


Um eletricista automotivo deve ter um bom conhecimento técnico em sistemas elétricos de veículos, além de habilidades como atenção aos detalhes, capacidade de seguir instruções e trabalhar com ferramentas manuais. Também é importante que ele siga todas as normas de segurança elétrica para evitar acidentes e garantir a segurança dos passageiros.


Em resumo, o eletricista automotivo é um profissional importante para garantir o bom funcionamento dos sistemas elétricos em veículos, garantindo a segurança dos passageiros e a manutenção do veículo em bom estado.



Eletricista de energia solar


O eletricista de energia solar é um profissional especializado em sistemas de geração de energia elétrica a partir da luz solar. Ele é responsável por instalar, manter e reparar os sistemas de painéis solares que convertem a luz solar em energia elétrica utilizada em residências, empresas e outras instalações.


O trabalho do eletricista de energia solar pode incluir a instalação de painéis solares, inversores e outros equipamentos elétricos relacionados à geração de energia solar. Ele também pode ser responsável pela manutenção preventiva dos sistemas de geração de energia solar, a fim de garantir que eles estejam funcionando de forma segura e eficiente.


Além disso, o eletricista de energia solar pode trabalhar na solução de problemas elétricos em um sistema de geração de energia solar, como falhas nos painéis solares, inversores ou outras partes do sistema que possam prejudicar o funcionamento do sistema.


Um eletricista de energia solar deve ter um bom conhecimento técnico em sistemas de geração de energia solar, além de habilidades como atenção aos detalhes, capacidade de seguir instruções e trabalhar com ferramentas manuais. Também é importante que ele siga todas as normas de segurança elétrica para evitar acidentes e garantir a segurança dos trabalhadores e dos usuários do sistema de energia solar.


Em resumo, o eletricista de energia solar é um profissional importante para garantir a instalação, manutenção e reparo de sistemas de geração de energia elétrica a partir da luz solar, contribuindo para a sustentabilidade ambiental e a redução de custos com energia elétrica.



Quanto ganha um eletricista?


O salário de um eletricista pode variar dependendo de sua experiência, nível de habilidade, localização geográfica e do setor em que trabalha. De acordo com dados de sites especializados, o salário médio de um eletricista no Brasil é de aproximadamente R$ 2.200 a R$ 3.800 por mês, com uma média salarial nacional de R$ 2.900 mensais.


No entanto, vale ressaltar que existem diferentes áreas em que um eletricista pode atuar, como residencial, predial, industrial, automotivo, entre outras, e cada uma delas pode ter um salário médio diferente. Por exemplo, um eletricista industrial pode ter um salário médio mais alto do que um eletricista residencial.


Além disso, eletricistas com especializações ou certificações em áreas como eletricidade de alta tensão, energia solar ou automação industrial, podem ter salários mais altos em comparação com eletricistas que atuam em áreas mais básicas.


Em resumo, o salário de um eletricista pode variar de acordo com diversos fatores, mas de maneira geral, é uma profissão que oferece boas oportunidades de ganhos e possibilidade de crescimento profissional.



Características de um bom profissional


As características de um bom profissional podem variar dependendo da área de atuação, mas existem algumas habilidades e competências que são valorizadas em qualquer profissão. Algumas delas são:


  • Conhecimento técnico: um bom profissional deve ter um bom conhecimento técnico na sua área de atuação, incluindo as habilidades e competências necessárias para realizar suas tarefas de forma eficiente e eficaz.

  • Habilidade de comunicação: a capacidade de se comunicar bem com colegas de trabalho, clientes e outros profissionais é uma habilidade importante para qualquer profissional. É importante saber se expressar de forma clara e objetiva, e também saber ouvir e compreender o que os outros estão dizendo.

  • Flexibilidade: um bom profissional deve ser flexível e capaz de se adaptar a mudanças de cenários e situações no trabalho. Isso pode envolver ser capaz de aprender novas habilidades ou se adaptar a mudanças no ambiente de trabalho.

  • Trabalho em equipe: a habilidade de trabalhar em equipe é essencial para muitas profissões. Um bom profissional deve ser capaz de colaborar com colegas de trabalho para alcançar objetivos comuns, bem como ser capaz de liderar e motivar uma equipe.

  • Iniciativa: um bom profissional deve ser proativo e capaz de identificar problemas e encontrar soluções. Isso pode envolver tomar a iniciativa de fazer coisas sem ser solicitado ou tomar a liderança em projetos.

  • Ética profissional: um bom profissional deve ter um forte senso de ética profissional e respeitar as regras e normas da sua área de atuação. Isso inclui ser honesto, justo e confiável no trabalho.

  • Capacidade de aprendizado: um bom profissional deve estar disposto a aprender constantemente, seja por meio de treinamentos ou de experiências no trabalho. A capacidade de aprender e aplicar novas habilidades e conhecimentos é importante para se manter atualizado e crescer na carreira.


Essas são algumas das características que podem ajudar a definir um bom profissional, mas é importante lembrar que cada profissão e área de atuação pode ter requisitos específicos.



Como se tornar um eletricista?


Para se tornar um eletricista, é necessário seguir alguns passos. Veja abaixo os principais:


  1. Ensino médio completo: a FOCO Cursos Profissionalizantes tem como pré-requisito a apresentação do diploma do ensino médio ou equivalente para participar do curso de eletricista.

  2. Curso de Eletricista: os eletricistas devem obter certificações para comprovar suas habilidades e conhecimentos técnicos na área. Ao concluir o curso de eletricista os alunos recebem certificado conforme legislação vigente e válido em todo território nacional.

  3. Adquirir experiência prática: além de aprender a teoria da eletricidade, é importante obter experiência prática na área. A FOCO Cursos Profissionalizantes conta com uma estrutura física completa e ferramentas, onde é possível realizar diversos exercícios práticos além de realizar visita em empresa do ramo que oferece serviços de eletricista.

  4. Manter-se atualizado: a eletricidade é uma área em constante evolução, portanto é importante estar sempre atualizado em relação às novas tecnologias e técnicas de trabalho. Isso pode envolver a realização de cursos de atualização.


É importante lembrar que a eletricidade é uma área que exige habilidades técnicas e conhecimentos específicos, por isso, é essencial buscar qualificação e experiência na área para se tornar um eletricista competente e qualificado.



Conhecimento nunca é demais


Além do curso de eletricista, alguns outros cursos podem ser úteis para um eletricista, dependendo da área de atuação e das demandas do mercado. Alguns exemplos incluem:


  • Curso de NR 10 - Segurança em Instalações e Serviços em Eletricidade: o curso de NR 10 é importante para prevenir acidentes e garantir a integridade física do profissional além de ser obrigatório para todo profissional da área elétrica.

  • Curso de informática: conhecimentos básicos de informática podem ser úteis para lidar com softwares de controle e monitoramento de sistemas elétricos.

  • Curso de gestão de projetos: para eletricistas que atuam como autônomos ou empreendedores, um curso de gestão de projetos pode ser útil para planejar e executar projetos elétricos de forma eficiente.

  • Curso de línguas estrangeiras: em empresas que trabalham com tecnologia e exportação, conhecimentos em línguas estrangeiras podem ser um diferencial para o eletricista.


Lembrando que esses esses três últimos são opcionais e dependem da área de atuação e demandas do mercado. O mais importante é ter uma formação sólida na área de eletricidade e buscar aprimorar constantemente seus conhecimentos técnicos e práticos.



Em resumo, para se tornar um eletricista é necessário ter concluído o ensino médio, e fazer um Curso de Eletricista na área de atuação desejada (residencial, predial, industrial, automotivo, energia solar, entre outras), adquirir experiência prática na área, obter certificações para comprovar as habilidades e conhecimentos técnicos e manter-se atualizado sobre as novas tecnologias e técnicas de trabalho. É importante lembrar que a eletricidade é uma área que exige habilidades técnicas e conhecimentos específicos, por isso, a busca por qualificação e experiência é fundamental para se tornar um eletricista competente e qualificado.

Comments


bottom of page